Vem aí o verão…mais uma volta no “carrossel” das dietas!

Vem aí o verão…mais uma volta no “carrossel” das dietas!

Ciclicamente, a chegada dos dias mais soalheiros e a antevisão das férias e do calor, eleva-nos o humor e a vontade de fazer algo para corrigir a imagem corporal, melhorar os hábitos alimentares e ser mais saudável.
E não falta informação em sites, redes sociais, blogs… onde se proclamam verdadeiros milagres num curto espaço de tempo, muitas vezes baseados em pressupostos que não têm qualquer validação científica. Frequentemente os objectivos atingidos são ”sol de pouca dura”, e no próximo ano tudo volta ao ponto de partida, gerando um ciclo perigoso para a saúde e auto estima.

Antes de iniciar um plano alimentar tem que trabalhar a sua motivação, uma vez que se pretende uma verdadeira e consistente mudança comportamental relativamente aos hábitos alimentares e estilo de vida. Mas como?

Faça um exercício mental, ou escreva numa folha de papel a resposta às seguintes questões (seja realista):

-Como é que me sinto agora e como gostaria de me sentir?

-Como me sentiria se estivesse sem os quilos extra que tenho no momento?

-O que é que ganho se continuar como estou e a fazer o que faço?

A seguir faça uma reflexão sobre as suas respostas e com facilidade perceberá que se não mudar nada na sua actuação, tudo se manterá como está!

Você é o principal agente da mudança e faça-o por si, não porque a amiga/marido/namorado… lhe disseram. É que se não perceber o quão é importante par si, nada o fará mudar de forma consistente, será apenas mais uma tentativa de curta duração, cujos resultados são insuficientes e pouco consistentes.

Procure um nutricionista e desenhem em conjunto o seu plano alimentar, o qual não deverá assentar exclusivamente na restrição calórica, mas sim apostar seriamente numa reeducação alimentar coerente, que passa pelo conhecimento dos alimentos, como prepará-los e distribui-los ao longo do dia, definição de estratégias para fazer as suas opções alimentares mais conscientes e acertadas. Verá que ao melhorar os seus hábitos alimentares e aumentar a sua actividade física, (por ex.  alguns percursos a pé), se sentirá diferente para melhor e a sua motivação e auto estima saem reforçadas.

Desafie-se…  faça-o por si e para si!

 

Ana Maria Oliveira, Nutricionista, Coach Nutricional